terça-feira, 30 de maio de 2017

Após a cirurgia bariátrica vou precisar usar vitaminas?

Dr. Gabriel responde a questão ser será necessário fazer o uso de suplementos vitamínicos após a realização da cirurgia bariátrica:



Essa questão é muito interessante. No processo de operação é diminuída a capacidade gástrica, que é a redução do reservatório gástrico, que faz com que o paciente coma menos. Em algumas outras técnicas é associado a um desvio intestinal, que faz com que o paciente não absorva tudo o que come.

Lembrando que existem várias técnicas cirúrgicas, mas as mais usuais são:
  1. Sleeve Gástrico, que só mexe no estômago, chamado de cirurgia mais restritiva de componentes aditivos;
  2. Bypass Gástrico, que é uma diminuição do tamanho do estômago e um encurtamento do intestino
Ambas as cirurgias farão com que o paciente coma menos, porém o Bypass fará com que você não absorva tudo o que come.

Neste caso, orientamos que, por conta da ingestão calórica muito pequena, o uso de complexos vitamínicos e, em alguns casos, o uso de suplementação proteica também logo após a cirurgia, que vai facilitar com que o paciente tenha uma melhor recuperação, preservação da musculatura, menor índice de carências e deficiências nutricionais, que evitarão uma possível anemia, osteoporose, deficiências neurológicas, entre outras complicações que podem existir em pessoas que não procuram um nutricionista especializado em cirurgia bariátrica. 

Portanto, estas orientações do consumo com completos vitamínicos - se possível antes da cirurgia -  é de extrema importância.

Procure sempre um nutricionista especialista em cirurgia bariátrica.

Dr. Gabriel Cairo Nunes
Nutrição para emagrecimento adulto e infantil, balão gástrico e cirurgia bariátrica.
Autor do livro "O Balão que Emagrece"

Consultório
Avenida Paulista, 1636, conj. 810, São Paulo, SP.
Contato: (11) 2348-4310 
WhatsApp: (11) 96435-4350
www.gabrielcaironunes.com.br


quinta-feira, 25 de maio de 2017

O que preciso saber sobre dieta antes de fazer a cirurgia bariátrica?

O que você precisa saber sobre a alimentação antes de realizar a cirurgia bariátrica?
Venha abaixo a resposta e a orientação do Dr. Gabriel:



A maioria dos pacientes que procuram nossos serviços já tentaram o emagrecimento de diversas formas e com outras terapias, porém não foi eficiente porque não fez com que o permanecesse magro. 

Então, já que você está procurando mais informações sobre cirurgia bariátrica é importante saber, que o emagrecimento antes da cirurgia pode facilitar muito o processo da operação: pode diminuir o tempo da internação e da cirurgia, além de melhorar a recuperação e a cicatrização. 

Muitas vezes, quando perde peso antes da cirurgia, já diminui consideravelmente a quantidade de remédios para diabetes e pressão, e isso tem um impacto direto no resultado final do seu tratamento. 

Nós observamos que pacientes que conseguem emagrecer antes da cirurgia estão mais engajados nesta questão de mudança. É o que vai determinar a perda de peso e a manutenção do peso a longo prazo. 

Também é importante saber que o paciente vai passar por um período, no pós operatório, que vai ser obrigado a seguir uma dieta mais líquida, em torno de 7 a 10 dias, em seguida para uma dieta mais pastosa de mais ou menos uns 10 dias de duração e, então, gradativamente vamos introduzindo os alimentos de consistência normal. 

Portanto é de extrema importância que a família esteja envolvida neste processo, para que você não fique simplesmente tendo que fazer suas refeições sozinhas e que todos estejam engajados a te ajudar nesta fase mais crítica

Passando esta fase difícil, tudo volta ao normal, porém vem quantidade menores, que vão causar uma emagrecimento mais rápido e, consequentemente, a gratificação começa a surgir.

Procure sempre um nutricionista especialista em cirurgia bariátrica.

Dr. Gabriel Cairo Nunes
Nutrição para emagrecimento adulto e infantil, balão gástrico e cirurgia bariátrica.
Autor do livro "O Balão que Emagrece"

Consultório
Avenida Paulista, 1636, conj. 810, São Paulo, SP.
Contato: (11) 2348-4310 
WhatsApp: (11) 96435-4350
www.gabrielcaironunes.com.br



terça-feira, 23 de maio de 2017

Será que estou pronto para operar o estômago?

Iniciamos uma nova série de perguntas, desta vez sobre as dúvidas que surgem em pacientes que vão se submeter ou já realizaram a cirurgia bariátrica.

A primeira de todas é saber se esta realmente pronto para a cirurgia e suas mudanças.

Veja abaixo o que o Dr. Gabriel responde:


Esta é uma pergunta muito comum de ouvirmos no consultório como dúvida de pacientes que estão fazendo o pré-operatório e que estão sendo orientados para realizar a cirurgia bariátrica.
Será que eu devo?

Bom, o que podemos imaginar é que você já tentou de várias formas e por vários anos o emagrecimento. Nós não estamos aqui falando sobre você emagrecer 5 ou 10 quilos, e sim de uma quantidade grande de peso. Para estas pessoas, que precisam emagrecer 40, 50 quilos, nós realmente observamos que a cirurgia bariátrica tem se mostrado uma das melhores técnicas para perda e manutenção do peso. Principalmente porque estes pacientes já possuem algumas doenças associadas — como diabetes ou a pressão alta —, e que, após o emagrecimento com a cirurgia bariátrica, normalmente essas doenças são curadas.

Então quando nos perguntam: “eu preciso realmente fazer uma cirurgia bariátrica?” precisamos realmente imaginar o porquê e por quanto tempo você falhou na perda de peso, o quanto consegue se manter engajado num tratamento para perda de peso. Com todas essas perguntas respondidas é possível analisar realmente se você está pronto para fazer uma cirurgia bariátrica e as mudanças que a cirurgia precisa.

É sabido que após a cirurgia, o paciente vai fazer uma dieta mais líquida, que terá de usar complexos vitamínicos e que após 1, 2 anos, quando acaba aquela lua-de-mel, no qual você está ciente que emagreceu tudo aquilo que precisava, o bariatricado terá que manter a sua rotina um pouco mais saudável: vai precisar praticar esportes, se alimentar com alimentos de melhor qualidade, diminuir o consumo de álcool, açúcares e refrigerantes.

Então, se você está ainda receoso, vale a pena você conversar com especialistas em cirurgia bariátrica — e não simplesmente com profissionais comuns —, que vão te deixar mais seguro para a cirurgia ou, se for o caso, postergar um pouco este procedimento.

Não precisa ser operado neste instante! É preciso que você esteja determinado em relação a realização da cirurgia e, quando chegar este momento, profissionais especialistas no tratamento são as melhores opções para lhe auxiliar com mais clareza e solucionar suas queixas. Portanto, procure sempre especialistas (nutricionista e psicólogo) em cirurgia e não só o cirurgião bariátrico. Pois, com estes profissionais, com certeza, suas queixas pré-operatórias serão sanadas.

Procure sempre um nutricionista especialista em cirurgia bariátrica.

Dr. Gabriel Cairo Nunes
Nutrição para emagrecimento adulto e infantil, balão gástrico e cirurgia bariátrica.
Autor do livro "O Balão que Emagrece"

Consultório
Avenida Paulista, 1636, conj. 810, São Paulo, SP.
Contato: (11) 2348-4310
WhatsApp: (11) 96435-4350
www.gabrielcaironunes.com.br

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Receita pós-bariátrica: Sopa de Feijão

A sopa de feijão, além de oferecer quase metade da necessidade diária de proteínas, possui grande quantidade de fibras em sua composição - elas são importantes no bom funcionamento do intestino e ajudam a aumentar a sensação de saciedade. Este caldo possui também vitaminas e minerais, como o ferro, além de possuir carboidrato, importante componente para proporcionar energia ao corpo.


Ingredientes:


  • 1 xícara de feijão cozido (com caldo)
  • 300g de alcatra 
  • 1 folha de couve cortada em tirinhas
  • 1 batata pequena cortada em cubos
  • 1 cenoura cortada em cubos
  • 1 beterraba pequena cortada em cubos
  • 2 buquês de couve-flor (pequenos)
  • 2 buquês de brócolis (pequenos)
  • 1/2 tomate sem sementes cortados em cubos
  • 1 dente de alho amassado
  • 1 colher (sopa) de cebola ralada
  • 1 colher (sopa) de óleo


Modo de preparo

Em uma panela de pressão, acrescente o óleo para refogar a cebola e o alho. Em seguida acrescente os legumes e as verduras. Espere a panela pegar pressão e deixe por 20 minutos em fogo médio. Bata em um liquidificador o feijão cozido com caldo, depois acrescente os legumes. Se necessário, coloque mais sal. Servir peneirado.

Rendimento: 3 porções
Calorias: por porção 319,4 kcal
Proteínas: 28,8g
Carboidratos: 25,43g
Gorduras: 12g
Fibras: 11,2g

Procure sempre um nutricionista especialista em cirurgia bariátrica.

Nutrição para emagrecimento adulto e infantil, balão gástrico e cirurgia bariátrica.
Autor do livro "O Balão que Emagrece"

Consultório
Avenida Paulista, 1636, conj. 810, São Paulo, SP.
Contato: (11) 2348-4310  
WhatsApp: (11) 96435-4350
www.gabrielcaironunes.com.br

sábado, 13 de maio de 2017

O que muda na dieta quando pensamos no balão de 6 meses e no balão de 12 meses?

Chegamos a nossa vigésima e última pergunta da série "coloquei balão, e agora?". Vamos ver qual a resposta do Dr. Gabriel:

O que muda na dieta quando pensamos no balão de 6 meses e no balão de 12 meses? O balão de 12 meses perde mais peso? Qual é a diferença?


Tecnicamente, o balão intragástrico é uma prótese que entra no seu estômago através de uma endoscopia e que é preenchida com um líquido e um corante marcador caso ele rompa — extremamente raro, em mais de 3.000 casos de balão eu vi apenas uma vez acontecer um rompimento de balão intragástrico.Mas, por precaução utilizamos sim este marcador.

Ambos os balões terão a mesma função: atrapalhar forma que a comida sai do estômago, que faz com que o paciente se sinta saciado com o menor volume calórico, consequentemente, comendo menos você irá perder peso.

A diferença entre os dois balões se baseia no tempo — um balão dura 6 meses e o outro pode durar até 1 ano. O balão de 1 ano pode ser reajustável. Sabemos que, três meses após a colocação do balão há uma adaptação entre a motilidade do estômago e a dieta que o paciente faz.

É normal pacientes que se adaptam no esquema alimentar após o balão, fazendo com que os alimentos que ele ingira passem mais fácil pelo balão evitando desconfortos. Precisamos imaginar que você já sofre com problema peso há muito tempo e que a mudança de hábito alimentar está ocorrendo, mas de uma forma mais devagar, então é normal os pacientes mudarem o perfil alimentar e começarem a consumir alimentos que passam mais fácil pela barreira do balão intragástrico.

Por isso, se você estiver fazendo um acompanhamento com nutricionista, ele vai te orientar e essa mudança de hábito não ocorrerá negativamente e sim positivamente. Mas, em média, a maioria das pessoas mudam o hábito alimentar, começam a fazer ingestão alimentar com alimentos que passam mais fácil pelo balão intragástrico e até o terceiro mês e isso é muito difícil ocorrer.

Após o terceiro mês, no qual já ocorreu a adaptação do balão intragástrico, o paciente já consegue comer um pouco mais, normalmente eles apresentam uma menor  perda de peso.

Com isso, o balão de 1 ano, que também pode ser ajustável pode ter um upgrade na perda de peso, você voltará a comer um volume muito menor caso ajustemos este balão positivamente. Entretanto, se nós aumentarmos o volume deste balão, o paciente deverá fazer uma ingestão alimentar menor que vinha fazendo, porém terá mais perda de peso.

Então, as vantagens e desvantagens quando comparamos os dois balões, o balão de 6 meses é mais barato, o balão de 1 ano dura o dobro de tempo e ainda pode ser ajustado, causando uma segurança melhor na sua perda de peso e com uma adaptação melhor e mais fácil do que com o balão fixo — de 6 meses.

Em termos de perda de peso,  o balão que fica mais tempo perderá mais peso, porém também não podemos esquecer que o paciente estará num processo de mudança e pode ser que antes dos 6 meses você já engaje na mudança do seu dia a dia quanto a esportes e perca o peso mais rápido que o programado.

A decisão entre colocar o balão de 6 meses ou o de 1 ano é uma decisão que o paciente deve tomar junto com a sua equipe.  Se você tem um pouco mais de receio sobre as mudanças do dia a dia, como a alteração do perfil alimentar e da prática esportiva, leve em consideração usar o balão ajustável, pois caso você se adapte com o balão facilmente podemos ajustá-lo fazendo com que você tenha ainda uma menor ingestão calórica e, consequentemente, uma melhor perda de peso.

Procure sempre um nutricionista especialista em balão gástrico.

Nutrição para emagrecimento adulto e infantil, balão gástrico e cirurgia bariátrica.
Autor do livro "O Balão que Emagrece"

Consultório
Avenida Paulista, 1636, conj. 810, São Paulo, SP.
Contato: (11) 2348-4310  
WhatsApp: (11) 96435-4350
www.gabrielcaironunes.com.br

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Após a retirada do balão preciso manter consulta com nutricionista?

Chegamos em nossa penúltima questão. Devo continuar a me consultar com o nutricionista, mesmo após a retirada do balão intragástrico?

Confira a resposta do Dr. Gabriel:


Sim. É importantíssimo que você, mesmo após o emagrecimento, mantenha suas consultas frequentes com o nutricionista. Claro que com uma frequência um pouco mais esparsas - talvez a cada dois ou três meses.

Pesquisas mostram que a supervisão de um profissional após o emagrecimento é a chave do sucesso para não ganhar o peso novamente. Além disso, o profissional é quem vai poder avaliar, junto com o paciente, se as porções alimentares estão de acordo com o que o corpo necessita e manter o paciente nutricionalmente bem, entendendo sobre a saciedade pós balão e fazendo com que o ex-balonado tenha uma ingestão alimentar pequena.

O reganho de peso após a retirada do balão intragástrico, segundo pesquisas, varia de 20 a 40% dos casos, e os trabalhos mostram que este ganho está estritamente ligado à falta de mudança dos hábitos dos pacientes. Mas, é unânime que 95% dos pacientes emagrecem em média 20% do seu peso, ou seja, para que você se mantenha magro é importante que o nutricionista especialista em balão intragástrico esteja junto no processo pós balão, fazendo com que o paciente se mantenha no peso perdido a longo prazo.

Procure sempre um nutricionista especialista em balão gástrico.

Nutrição para emagrecimento adulto e infantil, balão gástrico e cirurgia bariátrica.
Autor do livro "O Balão que Emagrece"

Consultório
Avenida Paulista, 1636, conj. 810, São Paulo, SP.
Contato: (11) 2348-4310  
WhatsApp: (11) 96435-4350
www.gabrielcaironunes.com.br

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Preciso fazer um tratamento completo ou posso só passar em uma consulta e pegar a dieta?

Uma das dúvida de nossos pacientes é se eles precisam realmente fazer todo o tratamento ou apenas passar em uma consulta e pegar a dieta vigente.


Ora, você já fez tratamentos para perda de peso e não deram certo, e por isso esta recorrendo a um método mais avançado de perda de peso. Neste caso, sugerimos que o paciente faça o tratamento completo com o nutricionista especialista com uma rotina mensal.

Não é porque você está emagrecendo de uma forma rápida e tranquila que você deve manter-se sozinho. O nutricionista não é apenas um profissional que vai lhe prescrever uma dieta com baixa restrição calórica, ele também entende e mostra para o paciente diversos itens da rotina de um balonado, como:
- o que é saciedade e como o paciente fica quando está saciado;
- qual é a relação com um alimento de dias anteriores;
- quais são as escolhas mais importantes para você aplicar e continuar emagrecendo;
- como deve ser o planejamento de um cardápio a longo prazo - que faça o paciente perder peso,  mas também tenha a gratificação em comer.

E o mais importante, ter conversas constantes para que o seu cardápio seja coerente com suas vontades e não simplesmente comer um alimento que cause a perda de peso, mas que te deixe chateado, triste.

 Então é considerável que você passe mensalmente no processo de emagrecimento, com o nutricionista especialista e, após a retirada do balão, que mantenha esse acompanhamento, assim você mantém o peso perdido e evita o reganho de peso.

Procure sempre um nutricionista especialista em balão gástrico.

Nutrição para emagrecimento adulto e infantil, balão gástrico e cirurgia bariátrica.
Autor do livro "O Balão que Emagrece"

Consultório
Avenida Paulista, 1636, conj. 810, São Paulo, SP.
Contato: (11) 2348-4310  
WhatsApp: (11) 96435-4350
www.gabrielcaironunes.com.br

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Eu não estou emagrecendo!! Será que fiz a escolha certa?

Calma! Não se preocupe!

Dr. Gabriel tem a resposta:



Vamos lá! Bom, o não emagrecimento com o balão intragástrico é uma coisa extremamente rara, observamos que a maioria dos pacientes — e isso nós temos trabalhos publicados internacionalmente —,  mostrando que 95% dos pacientes que nos procuram e fazem o seguimento nutricional com balão intragástrico emagrecem pelo menos 19% de seu peso. Se o paciente não está emagrecendo com o balão intragástrico é preciso contatar o seu nutricionista o quanto antes.

A ingestão calórica que o paciente está fazendo pode ser que esteja sendo superior ao gasto, mesmo comendo em menor quantidade. Antes do balão intragástrico, o paciente vinha ganhando peso de uma forma assustadora e agora com o balão intragástrico estabilizou, perdeu um pouco de peso e parou neste ganho. Porém, em alguns casos, é necessário que o paciente faça algumas modificações nas quantidades de alguns nutrientes da dieta para facilitar a perda de peso.

Em algumas vezes, uma dieta mais proteica, em outros casos uma dieta com produtos lights e diets, em outros apenas aumentar a prática esportiva, já fará com que o balonado volte a perder peso. Por isso, pedimos que o paciente venha mensalmente na consulta com o nutricionista especialista em balão intragástrico, para evitar este efeito platô e não ocorrer o desânimo da perda de peso.

Procure sempre um nutricionista especialista em balão gástrico.

Nutrição para emagrecimento adulto e infantil, balão gástrico e cirurgia bariátrica.
Autor do livro "O Balão que Emagrece"

Consultório
Avenida Paulista, 1636, conj. 810, São Paulo, SP.
Contato: (11) 2348-4310  
WhatsApp: (11) 96435-4350
www.gabrielcaironunes.com.br

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Qual acompanhamento devo fazer quando colocar o balão intragástrico?

Uma grande dúvida paira sobre a cabeça dos pacientes: quais os profissionais que devo me consultar e ter um acompanhamento durante o tempo em que permanecer com o balão intragástrico?


Dr. Gabriel responde quais são os principais profissionais:

Bom, primeiro passo: o nutricionista especialista é imprescindível, pois ele irá identificar o volume dos alimentos que o paciente deve ingerir e vai ajudar a fazer a mudança dos hábitos alimentares.

Em segundo: um educador físico para poder orientar o balonado a seguir uma atividade física que goste, que se adapte e que tenha bastante gasto calórico.

Terceiro: um acompanhamento psicológico pode ser bem vindo, já que a questão de mudanças alimentares podem causar ansiedade, irritação, mau-humor e, consequentemente, fazer com que o paciente falhe neste processo de mudança.

Estes 3 profissionais são importantíssimos durante o tratamento. Já o endoscopista deve ser contatado toda vez que houver dor e que o nutricionista não conseguir aliviar. Toda vez que for constatado vômitos muito intensos, somente o endoscopista é que poderá medicá-lo.

Um bom nutricionista especialista em balão intragástrico pode sugerir a procura de um endocrinologista quando necessário, de um clínico geral. Já que nós sabemos que a grande maioria das pessoas apresenta um grau de Diabetes e hipertensão, então alguns outros profissionais podem ser acrescentados.

Mas, em média, um nutricionista e um educador físico já é uma equipe de apoio muito importante neste processo.

Procure sempre um nutricionista especialista em balão gástrico.

Nutrição para emagrecimento adulto e infantil, balão gástrico e cirurgia bariátrica.
Autor do livro "O Balão que Emagrece"

Consultório
Avenida Paulista, 1636, conj. 810, São Paulo, SP.
Contato: (11) 2348-4310  
WhatsApp: (11) 96435-4350
www.gabrielcaironunes.com.br


terça-feira, 2 de maio de 2017

Coloquei o balão, terei alguma restrição de minhas atividades?

Mais uma pergunta de nossos pacientes, respondida pelo Dr. Gabriel Cairo Nunes



Bom, inicialmente o paciente terá uma ingestão calórica muito reduzida, por esta razão pedimos que não sejam feitos esportes de alto impacto e que gaste muitas calorias, porque a ingestão calórica será em uma quantidade pequena.

Mas, após a adaptação e a primeira semana, onde a dieta já é de consistência líquida, mais completa, com uma consistência um pouco mais pastosa, a ingestão calórica está aumentada e provavelmente você já pode voltar às suas atividades de academia e rotinas normais.

Procure sempre um nutricionista especialista em balão gástrico.

Nutrição para emagrecimento adulto e infantil, balão gástrico e cirurgia bariátrica.
Autor do livro "O Balão que Emagrece"

Consultório
Avenida Paulista, 1636, conj. 810, São Paulo, SP.
Contato: (11) 2348-4310  
WhatsApp: (11) 96435-4350
www.gabrielcaironunes.com.br