terça-feira, 7 de abril de 2015

SUPLEMENTO DE PROTEINA APÓS CIRURGIA BARIATRICA.

Whey Protein na prevenção da flacidez, queda de cabelo e unhas fracas no pós-operatório da Cirurgia Bariátrica

Apesar da manutenção da massa magra ser o principal indicador de uma inadequada ingestão protéica, existem outros parâmetros que podem e devem receber a devida atenção quando falamos de cirurgia bariatrica. Dentre os efeitos colaterais a serem minimizados da cirurgia bariátrica, a flacidez, queda de cabelo e unhas fracas parecem ter local de destaque no universo feminino, afinal esses são pontos chave no quesito vaidade. Apesar da principal preocupação dos pacientes operados ser a estética, esses são indicativos de que nosso organismo não está recebendo a quantidade adequada de proteína, uma vez que essas são responsáveis pela renovação tecidual do nosso organismo.
As proteínas são formadas por unidade menores, chamadas aminoácidos, que servem de matéria prima para construção das novas estruturas que irão repor os tecidos eliminados. No caso da flacidez, uma proteína bastante conhecida é o colágeno, responsável por manter a resistência e elasticidade do tecido epitelial (pele), e no caso das unhas e cabelos, a queratina é a proteína mais abundante nesses dois tecidos, sendo a principal responsável por manter os cabelos firmes e as unhas resistentes.
Quando asseguramos a ingestão adequada de proteínas, garantimos que o organismo terá a disposição toda à matéria prima necessária para esse processo de renovação. Porém, como nos seis primeiros meses após a cirurgia bariátrica a ingestão calórica não atinge o mínimo de 1250 kcal ao dia, (inicia com aproximadamente 350kcal nas primeiras semanas) e dessa forma a ingestão de 40 a 60 g  (Cambi et al, 2003) de proteína fica extremamente difícil via alimentação, a utilização de módulos protéicos, bem como vitaminas e minerais torna-se indispensável (Quadros et al, 2005) . O mais utilizado e recomendado é o Whey Protein, devido a suas características nutricionais favoráveis, podendo ser utilizado em vitaminas de frutas, caldos e mingaus, garantindo dessa forma o aporte protéico necessário e consequentemente evitará os efeitos indesejáveis dessa ingestão inadequada.