terça-feira, 12 de agosto de 2014

Balão gástrico.






O QUE É  BALÃO INTRAGÁSTRICO?

O Balão Intragástrico é uma prótese de silicone preenchida com agua ou soro . Colocado por endoscopia no estomago do paciente, facilitando a reeducação alimentar. Ele ocupa de 1/3 até metade do estomago, com isso o paciente ingere menos comida – facilitando a perda de peso.

QUEM PODE COLOCAR O BALÃO INTRAGÁSTRICO?

O Balão Intragástrico é indicado para todas as pessoas que possuem o Índice de Massa Coporal (IMC) maior ou igual a 27. Ou seja, quem está com sobrepeso, obesidade ou obesidade mórbida que não conseguem perder peso com dieta ou medicamento.

IMC
Classificação
abaixo de 18,5
Subnutrido ou abaixo do peso
entre 18,6 e 24,9
Peso ideal (parabéns)
entre 25,0 e 29,9
Levemente acima do peso
entre 30,0 e 34,9
Primeiro grau de obesidade
entre 35,0 e 39,9
Segundo grau de obesidade
acima de 40
Obesidade mórbida

COLOCAÇÃO E RETIRADA DO BALÃO INTRAGÁSTRICO:

O Balão é introduzido no paciente por endoscopia, o tempo para colocação dura em torno de 10 a 20 minutos e por essa razão , não há necessidade de anestesia e internação.

O Balão pode permanecer dentro do estômago dos pacientes por um período de 6 meses e após esse período o balão é retirado através de outro exame de endoscopia.


MECANISMOS DO BALÃO INTRAGÁSTRICO:

1 – Ação mecânica/restrição alimentar: O Balão preenche de 30 a 50 % do estomago, fazendo com que o paciente ingira menos alimento.

2- Ação no esvaziamento do estômago/saciedade:  Com o próprio peso e presença do balão no estômago, há uma maior produção de hormônios de saciedade,  além da prótese fazer com que o alimento permaneça mais tempo no estômago, fazendo que o paciente se sinta satisfeito ou saciado por mais tempo.

3- Ação alimentar: Com a ação 1 e 2 o paciente consegue seguir uma dieta restrita em calorias, por um período de 6 meses. Aprendendo a diferenciar fome e vontade e comer e diminuir exageros, ou seja, os novos hábitos alimentares que serão ensinados pelo nutricionista.



PERDA DE PESO:

Normalmente a perda de peso com o balão  é em torno de 15 a 20 % do peso inicial, esse emagrecimento varia, pois muitos pacientes não seguem as orientações nutricionais e exercícios físicos.


Independente de quanto o paciente necessite do emagrecimento/perda de peso, se faz necessário, além do acompanhamento nutricional, a pratica de exercícios físicos para toda a vida, pois assim garantiremos que os novos hábitos de vida serão inseridos na rotina do dia-a-dia, provendo saúde e bem-estar, ou seja preservar a massa muscular e perder somente tecido adiposo.

WWW.GABRIELCAIRONUNES.COM.BR