domingo, 23 de março de 2014

O que e a tal cirurgia bariátrica e metabólica?




Também conhecida como cirurgia da obesidade, ou redução de estômago – reúne técnicas com respaldo científico destinadas ao tratamento da obesidade e das doenças associadas ao excesso de gordura corporal ou agravadas por ele. O conceito metabólico foi incorporado há cerca de seis anos pela importância que a cirurgia adquiriu no tratamento de doenças causadas, agravadas ou cujo tratamento/controle é dificultado pelo excesso de peso ou facilitado pela perda de peso – como o diabetes e a hipertensão entre outras tantas - também chamadas de comorbidades.

As cirurgias diferenciam-se pelo mecanismo de funcionamento. Existem três procedimentos básicos da cirurgia bariátrica e metabólica, que podem ser feitos por abordagem aberta ou por videolaparoscopia (menos invasiva e mais confortável ao paciente):
• restritivos – que diminuem a quantidade de alimentos que o estômago é capaz de comportar.
• disabsortivos – que reduzem a capacidade de absorção do intestino.
   • técnicas mistas – com pequeno grau de restrição e desvio curto do intestino com discreta má absorção de alimentos. 

Quem pode operar?
Conforme os preceitos médicos, a indicação cirúrgica deve ser decidida sob a análise de três critérios: IMC, idade e tempo da doença.

Em relação ao índice de massa corpórea (IMC)
•  IMC acima de 40 kg/m² , independentemente da presença de comorbidades.
•  IMC entre 35 e 40 kg/m² na presença de comorbidades.
• IMC entre 30 e 35 kg/m² na presença de comorbidades que tenham obrigatoriamente a classificação “grave” por um médico especialista na respectiva área da doença. É também obrigatória a constatação de “intratabilidade clínica da obesidade” por um endocrinologista.

Em relação à idade
•  Abaixo de 16 anos: exceto em caso de síndrome genética, quando a indicação é unânime, o Consenso Bariátrico recomenda que, nessa faixa etária, os riscos sejam avaliados por cirurgião e equipe multidisciplinar.  A operação deve ser consentida pela família ou responsável legal e estes devem acompanhar o paciente no período de recuperação.
•  Entre 16 e 18 anos: sempre que houver indicação e consenso entre a família ou o responsável pelo paciente e a equipe multidisciplinar.
•  Entre 18 e 65 anos: sem restrições quanto à idade.
•  Acima de 65 anos: avaliação individual pela equipe multidisciplinar, considerando risco cirúrgico, presença de comorbidades, expectativa de vida e benefícios do emagrecimento.

Em relação ao tempo da doença

Apresentar IMC e comorbidades em faixa de risco há pelo menos dois anos e ter realizado tratamentos convencionais prévios. Além disso, ter tido insucesso ou recidiva do peso, verificados por meio de dados colhidos do histórico clínico do paciente.

Acompanhamento nutricional
O nutricionista tem papel fundamental no acompanhamento do paciente rumo à cura da obesidade. Esse profissional deverá prestar toda a orientação necessária para a dieta líquida pós-operatória, sua evolução para a pastosa e, finalmente, sua transição definitiva para a alimentação normal. 
O paciente deverá aprender a comer pouco e bem, várias vezes ao dia, e optar por alimentos pouco calóricos e com alto teor vitamínico, abandonando hábitos nocivos.
A reeducação alimentar ajudará não só a perder peso, mas também a mantê-lo em patamares adequados por toda a vida. O paciente não está proibido de consumir doces, refrigerantes ou outras guloseimas de vez em quando, porém esses alimentos não devem fazer parte de sua rotina e a quantidade deve ser controlada.
Acompanhamento psicológico

O foco do acompanhamento psicológico deve ser sempre preventivo e educativo. É necessário considerar o aparecimento de novos fatores de estresse, como ansiedade, ciúmes do parceiro, desejo de liberdade etc., após a cirurgia.  Além disso, o paciente pode criar expectativas que não serão atingidas com a perda de peso, simplesmente porque dizem respeito a certas frustrações ou imaturidade diante da vida.

sexta-feira, 21 de março de 2014

Você sabe as calorias dos Ovos de chocolate ?








Ao Leite Amor aos Pedaços16630 g
Ao Leite LightAmor aos Pedaços140,330 g
Bicho de PéAmor aos Pedaços135,230 g
Cookie BrancoAmor aos Pedaços158,530 g
7 BeloArcor17030 g
Cofler LimãoArcor17030 g
Linha Times de FutebolArcor17030 g
Ovo sem lactose chocolate à base de sojaChoco Soy13725 g 
Ao Leite Dulca17030 g
Ao Leite DietDulca15030 g
Kinder Maxi SurpresaFerrero Rocher14025 g 
Ovo de Páscoa Ferrero RocherFerrero Rocher15125 g 
Ao LeiteGaroto16030 g
Ao LeiteGaroto13425 g 
Baton (branco)Garoto17030 g
Baton (preto)Garoto16030 g
Baton ao LeiteGaroto13425 g 
Baton BrancoGaroto13825 g 
Bob EsponjaGaroto13425 g 
BratzGaroto13425 g 
CarrosGaroto13425 g 
CrocanteGaroto13325 g 
Diet AvelãGaroto14030 g
Hi Hi PuffyGaroto13425 g 
Linha TalentoGaroto16030 g
Max AmendoimGaroto13625 g 
Mundy ColectionGaroto13125 g 
Mundy PremiumGaroto13425 g 
Ovo de Páscoa Garoto Baton 2 em 1 Garoto13625 g 
Ovo de Páscoa Garoto ClássicoGaroto13125 g 
Ovo de Páscoa Garoto Serenata de AmorGaroto13325 g 
Ovo de Páscoa Garoto Talento Branco CereaisGaroto13225 g 
Ovo de Páscoa Garoto Talento Castanha-do-Pará Garoto13325 g 
Serenata de AmorGaroto13525 g 
Serenata de Amor brancoGaroto14025 g 
ShrekGaroto13425 g 
ShrekGaroto15030 g
Talento AmêndoaGaroto13525 g 
Talento AvelãGaroto13625 g 
Talento Avelã DietGaroto12825 g 
Talento Castanha-do-ParáGaroto13625 g 
Talento CereaisGaroto13625 g 
Talento Cream AvelãGaroto14025 g 
Talento Intense AmêndoaGaroto13025 g 
Talento NozesGaroto13725 g 
Ovo de Páscoa Gold ao Leite DietGold12025 g 
Crazy FrogHershey s13125 g 
BarbieLacta13025 g 
Bis ao leiteLacta12925 g 
Bis LakaLacta13325 g 
Bis MorangoLacta16030 g
Chocolate ao Leite DietLacta11825 g 
Creme com passasLacta13225 g 
Diamante negro formato diamanteLacta12725 g 
Hello KittyLacta13025 g 
Lacta ao leiteLacta13025 g 
Lacta Grandes SucessosLacta13025 g 
LakaLacta13525 g 
LancyLacta16030 g
LancyLacta13425 g 
Meio Laka meio Diamante NegroLacta13125 g 
Ovo AmanditaLacta13325 g 
Ovo Confeti MixLacta13025 g 
Ovo de Páscoa Lacta AmanditaLacta13625 g 
Ovo de Páscoa Lacta Bis LakaLacta13325 g 
Ovo de Páscoa Lacta Chocolate ao Leite DietLacta11125 g 
Ovo de Páscoa Lacta Diamante NegroLacta12925 g 
Ovo de Páscoa Lacta Grandes SucessosLacta13225 g 
Ovo de Páscoa Lacta Sonho de ValsaLacta13425 g 
Ovo Joy BiscoitoLacta12925 g 
Ovo MilkaLacta13125 g 
Ovo Ouro BrancoLacta13725 g 
Ovo ShotLacta13325 g 
Quarteto FantásticoLacta13025 g 
Sonho de valsaLacta13425 g 
Sonho de Valsa Lacta16030 g
Sonho de valsa brancoLacta13725 g 
Sonho de valsa meio a meioLacta13525 g 
TiramisuLacta16030 g
Trakinas ChocolateLacta12825 g 
Trakinas Meio A MeioLacta13025 g 
Trakinas TrakiovoLacta12825 g 
AlpinoNestlé13025 g 
Alpino DietNestlé12325 g 
Alpino DietNestlé15030 g
Alpino TriplaNestlé13625 g 
ChargeNestlé13525 g 
ChokitoNestlé13525 g 
ClassicNestlé13025 g 
Classic Ao LeiteNestlé16030 g
Classic DietNestlé15030 g
Classic LightNestlé12030 g
Cookies´n` CremeNestlé12925 g 
CrunchNestlé12825 g 
DiplomataNestlé13025 g 
EspecialidadesNestlé16025 g 
Ferrero Rocher Ovo de PáscoaNestlé14525 g 
GalakNestlé13825 g 
Galak DietNestlé13825 g 
GianduiaNestlé13125 g 
Hershey's Chocolate ao LeiteNestlé13125 g 
Nescau BallNestlé12825 g 
Nestlé SensaçãoNestlé13425 g 
NoblesseNestlé13025 g 
Ovo de Páscoa Nestlé Alpino DarkNestlé13525 g 
Ovo de Páscoa Nestlé ChokitoNestlé13625 g 
Ovo de Páscoa Nestlé Classic ao LeiteNestlé13025 g 
Ovo de Páscoa Nestlé Classic DarkNestlé13525 g 
Ovo de Páscoa Nestlé Classic DietNestlé11925 g 
Ovo de Páscoa Nestlé Classic ZeroNestlé9425 g 
Ovo de Páscoa Nestlé SollysNestlé13625 g 
Ovo de Páscoa Nestlé Suflair ao LeiteNestlé13125 g 
PassatempoNestlé13625 g 
PrestígioNestlé13525 g 
Sem PararNestlé12925 g 
Surpresa BatmanNestlé13025 g 
Surpresa Meninas Super PoderosasNestlé13025 g 
Surpresa PollyNestlé13025 g 
Surpresa SpidermanNestlé13025 g 
Surpresa SupermanNestlé13025 g 
Ovo de Páscoa Pão de Açúcar DarkPão de Açúcar13525 g 
Ovo de Páscoa Garoto Talento Avelã DietTaeq12925 g 
Ovo de Páscoa Taeq Diet Ao LeiteTaeq Diet10625 g 

* Informações nutricionais fornecidas pelas próprias marcas.







WWW.GABRIELCAIRONUNES.COM.BR


sábado, 1 de março de 2014

ESTUDO MOSTRA QUE FAZER A CIRURGIA BARIATRICA, NAO E A SOLUCAO DA OBESIDADE, E NECESSARIO MUDAR A ALIMENTACAO.

Pacientes de cirurgia bariátrica voltam a ganhar peso, revela estudo
15
A cirurgia de redução de estômago é o método mais usado no Brasil para tratamento de obesos com IMC (Índice de Massa Corporal) acima de 40. Um grupo de pesquisadores do Departamento de Nutrição da UnB (Universidade de Brasília) acompanhou 80 pacientes que operaram há mais de dois anos e, segundo os pesquisadores, 73% voltaram a engordar, sendo que 23% tiveram ganho de peso significativo, ou seja, 10% acima do menor peso que atingiram após a cirurgia. "O paciente precisa ter consciência de que só a cirurgia, sem mudança de hábitos alimentares, não vai funcionar.
O estudo detectou variáveis que contribuem para o ganho de peso após a cirurgia:

            -  a má qualidade da alimentação e o tempo passado desde a operação. A cada ano que passa, o ponteiro da balança sobe um pouco mais. "O tempo após o procedimento é diretamente proporcional ao ganho de peso", afirma o pesquisador. "Isso mostra que mesmo tendo cuidado, a pessoa vai ganhar". Essa operação, chamada de redução bariátrica, usa grampos para isolar boa parte do estômago e cerca de 100 centímetros do intestino delgado. Assim o corpo comporta – e absorve – menos alimento.

O processo é irreversível, mas o ganho de peso pode ser favorecido pela ingestão de produtos que não saciam, mas são calóricos, como bebidas alcóolicas e açúcares. Engordando, o paciente também pode sofrer uma dilatação na ligação entre o estômago e o intestino que lhe permite acomodar mais comida.
A professora Kênia Baiocchi afirma que uma dieta saudável pode reduzir os efeitos do tempo pós-cirurgia, ainda que não totalmente. "O estudo reforça que a cirurgia é só um facilitador. Há risco de reganho de peso principalmente entre aqueles que não aproveitam o tempo para adotar um estilo de vida mais saudável. Mas a qualidade da dieta não garante emagrecimento. É apenas um amenizador", explica.
Perder peso não é o único parâmetro
De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM), o principal objetivo da cirurgia é melhorar a qualidade de vida do paciente através da compensação de problemas de saúde que o acompanham, chamados de comorbidades, tais como hipertensão arterial, diabetes, colesterol e triglicérides alterados, apneia do sono e doenças cardiovasculares. Portanto, a perda de perdo não é o único parâmetro para avaliar o resulto do tratamento cirúrgico do paciente.
Em comunicado, a SBCBM esclareceu também que o aumento de peso no longo prazo dentro de limites é aceitável. Portanto, o reganho de até 10% do peso perdido pode ser considerado normal e faria parte de uma adaptação do organismo ao novo metabolismo resultante da cirurgia.
Por fim, a SBCBM recomenda que a cirurgia deva ser realizada dentro de um contexto de programa de tratamento pré e pós-operatório com um atendimento multidisciplinar, com a participação de especialistas como endocrinologista, cardiologista, ortopedista, pneumologista, psicólogo e psiquiatra, além do cirurgião.
(Com UnB)