domingo, 18 de agosto de 2013

FOTO DE MAIS UMA PACIENTE QUE PERDEU 35 KG COM O BALÃO GÁSTRICO


Hoje, dia 18 completo exatamente 7 meses da melhor decisão da minha vida,não me arrependo de nenhum centavo gasto, não me arrependo das vontades que passei, dos vários "nãos" que eu disse. 31 kilos off e IMC 28,5. Hoje estou no sobrepeso e comecei com obesidade severa, quase mórbida (com IMC 39,9). Tirei o balão gástrico na ultima sexta e agora vem a segunda batalha da guerra. Nova Meta: 10 kilos até o final do ano....Quero agradecer à todos que sempre estiveram ao meu lado, dando forças, respeitando minha alimentação, meus amigos cervejeiros que sempre respeitaram esse momento e nunca insistiram para eu tomar uma copo, brindando sempre com meu "Ice Tea" rsrsr.... Em nenhum momento recebi palavras negativas, familia e amigos, vcs foram fundamentais para meu sucesso. Muito Obrigada.


Meu agradecimento em especial ao meu gastro Dr. Sergio Barrichello e ao meu nutricionista Dr. Gabriel Cairo Nunes. Sem vcs ao meu lado,isso nao seria possivel...Obrigada






terça-feira, 6 de agosto de 2013

Nutricionista para Balão gástrico


O balão gástrico demanda um acompanhamento nutricional diferenciado para

quem quer emagrecer usando esse artifício.


Isso por que o balão gástrico causa obstrução parcial da luz gástrica e você não aceitará qualquer 

alimento sobre ele, dando sintomas variados.

 Naturalmente nosso objetivo maior é proporcionar seu emagrecimento rápido,

mas temos que respeitar sua fisiologia gástrica com a presença do balão. Então a

idéia não é ficar sem comer, mas orientar o nosso paciente a ingerir a quantidade e a consistência ideal 

de cada alimento, buscando a saciedade precoce

(satisfação), sem prejuízo nutricional. Com isso você ira se habitual a ingestão

alimentar pequena conseqüentemente hipocalórica.

 O raciocínio é simples: queremos desequilibrar matematicamente o balanço

calórico diário – aumentando seu gasto, diminuindo seu consumo calórico

diário, propiciando assim perda de peso, com boa gratificação cerebral, ou seja,

sem frustração alimentar. Em nossa experiência, os pacientes que seguem o

protocolo de tratamento nutricional , não  voltam a ganhar o que perdeu com facilidade – o famoso 

efeito “rebote”.

Os estudos clínicos mostram que o balão tem média de perda de 20% do seu

peso total nos seis meses, dos quais 10% serão no primeiro mês. Certamente

também o mês mais difícil. Mas graticante. Vários de nossos pacientes

conseguiram até 30% do peso total, pois entenderam e mantiveram o foco do

tratamento. O inverso também é verdade. Temos muitos outros que não

conseguiram 10% no tempo total de tratamento, pois não seguiram com fidelidade a proposta do balão.

O dr. Gabriel Cairo foi o pioneiro em elaboração de materiais nutricionais para o

balão gástrico, com mais de 2 mil pacientes atendidos com esse recurso

para perda de peso, constantemente é chamado para ministrar treinamentos e

aulas para outros profissionais que queiram aprender mais sobre o tratamento.

Não é nossa função obrigá-lo a realizar adequadamente o tratamento

dietético, mas se você está disposto a isso, queremos ajudá-lo.